sábado, 30 de junho de 2012

Cosan fecha compra da Usina São José em SP

Cosan fecha compra da Usina São José em SP
08 de dezembro de 2010
EDUARDO MAGOSSI - Agencia Estado

SÃO PAULO - A Cosan comprou a Usina São José, do grupo pernambucano Farias, localizada em Rio das Pedras, interior paulista, a 15 quilômetros de Piracicaba, segundo fontes próximas à operação. Localizada em região de forte presença canavieira, a Usina São José deve ser desmontada. O foco da Cosan neste negócio seria a cana-de-açúcar vinculada à usina, estimada em torno de 700 mil toneladas, que devem ser processadas agora por usinas da Cosan localizadas nas proximidades. Procurada, a Cosan informou que não comenta rumores de mercado. Na sede paulista do Grupo Farias, nenhum executivo estava disponível para comentar a operação.

A Usina São José está praticamente cercada geograficamente pelas usinas Costa Pinto, Santa Helena e Bom Retiro, todas da Cosan. A gigante do setor sucroenergético viu na São José uma possibilidade de obter mais cana em uma região em que a expansão da produção de matéria-prima fica cada vez mais difícil, em função da concorrência com outros grupos e também do zoneamento agrícola, que limitou o crescimento da área plantada.

Com capacidade de processamento de até 1,3 milhão de toneladas de cana, a usina São José estava processando um volume menor que este nas últimas safras. Com seu desmanche, a Cosan deve vender as máquinas para recuperar parte do investimento, avaliado em entre R$ 120 milhões e R$ 150 milhões pelo mercado. A Usina São José já estava à procura de um comprador há algum tempo.

Afetado pela crise financeira, o Grupo Farias queria se desfazer da usina paulista para concentrar seus negócios nas demais cinco usinas do grupo no Centro-Sul, localizadas em Goiás. Nos últimos anos, o grupo já havia desistido de levar adiante a construção de uma outra usina no Estado de São Paulo, em Taquarituba. Além de Goiás, o Grupo Farias possui usinas nos Estados de Pernambuco, Rio Grande do Norte e Acre



terça-feira, 1 de maio de 2012

Airton Senna tinha um ônibus no Brasil, e fazia questão de dirigi-lo, levando a sua família aonde ia. Esse ônibus está hoje no Lar dos Velhinhos de Piracicaba, doado pela Família Senna em memória ao ídolo, e é utilizado pelos velhinhos se locomoverem até a colônia de praia do Lar dos Velhinhos em Peruíbe. Muitos velhinhos conhecem o mar pela primeira vez em suas vidas. É de fato mais uma obra do gênio, que mesmo após nos deixar, o seu legado faz muitas pessoas felizes.